Quem Somos?

Um novo sistema, um novo horizonte
O SEG foi criado com a proposta de construção de um sistema educacional sólido, com um padrão de qualidade focado na educação.
Escolha a sua futura posição profissional e prepare-se com o SEG Concursos. Em breve, celebraremos juntos a sua próxima conquista!

Fale Conosco
Nossos Cursos

Os cursos preparatórios do SEG Concursos são estrategicamente desenvolvidos para estimular a sua capacidade de solucionar questões e identificar temas de maior incidência nas provas.
Oferecemos vídeo aulas e material didático exclusivo que, combinada com a sua disciplina para os estudos, irão potencializar a sua capacidade de aprovação.

Fale Conosco

Procurando emprego? Ou precisando crescer profissionalmente? Conheça o curso Técnico em Segurança do Trabalho

Procurando emprego? Ou precisando crescer profissionalmente? Conheça o curso Técnico em Segurança do Trabalho 1. Obrigatoriedade legal

O Técnico em Segurança do Trabalho é responsável pela prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, preservação do meio ambiente e promoção da saúde no ambiente de trabalho. Atuando em empresas de diversas áreas, esse profissional se torna fundamental para a criação e manutenção de programas e práticas que valorizem a qualidade de vida dos colaboradores.

A importância da função desempenhada pelo Técnico em Segurança do Trabalho se torna ainda mais evidente em consequência das estatísticas de acidentes no Brasil. Conforme dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, do Ministério Público do Trabalho, estima-se que ocorra 1 acidente de trabalho a cada 48 segundos. A plataforma do Governo também indica que no período de 2012 a 2017 foram registrados 3.879.755 acidentes no ambiente laboral.

Em um cenário de muitas ocorrências, o Brasil dispõe de uma obrigatoriedade legal que exige que algumas empresas contratem um Técnico em Segurança do Trabalho. O número de funcionários e o grau de risco do trabalho é o que determina a obrigatoriedade do cargo nas instituições.

Com a finalidade de reduzir este grande número de ocorrências, a legislação brasileira possui um grande número de normas e determinações que tratam sobre a saúde e segurança do trabalhador. Uma delas, a NR 04, determina a obrigatoriedade legal da contratação de profissionais Técnicos em Segurança do Trabalho, de acordo com o número de funcionários e o grau de risco apresentado pela empresa.

2. Grande demanda de mercado

Procurado por empresas de diversos setores, o Técnico em Segurança do Trabalho encontra amplas possibilidades no mercado de trabalho. A obrigatoriedade legal implica a criação de mais vagas de emprego para os profissionais dessa área.

Mas não é somente esse motivo que faz com que a profissão tenha grande demanda, o aumento da preocupação das pessoas com a saúde também interfere positivamente na crescente oferta de postos de trabalho nessa função. Devido a essa questão, as empresas têm investido na prevenção de acidentes no ambiente laboral e empregado profissionais capacitados para atuar na promoção da saúde de seus colaboradores.

Em virtude dos gastos gerados pelos acidentes, as organizações que optam por contratar um Técnico em Segurança do Trabalho conseguem também economizar. Além disso, o ganho de tempo de produção obtido pela redução do número de acidentes é mais uma vantagem para essas empresas. Segundo os dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, do Ministério Público do Trabalho, foram perdidos 305.299.902 dias de trabalho no período de 2012 a 2017.

3. Atuação diversificada

Procurado tanto por quem quer ingressar no mercado de trabalho como por aqueles que desejam crescer dentro da empresa que já atuam, o curso Técnico em Segurança do Trabalho capacita o aluno para trabalhar em indústrias, hospitais, comércios, construção civil, empresas e instituições de ensino.

Responsável por desenvolver programas de prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, organizar cursos, palestras e programas de treinamento, o Técnico em Segurança do Trabalho ultrapassa a orientação do uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC). Depois de formado, o profissional pode atuar em consultorias, realizando inspeções periódicas nos ambientes de trabalho, executando o Programa de Riscos Ambientais (PPRA) e promovendo medidas corretivas em fatores geradores de risco. Além disso, a profissão abrange questões relacionadas à preservação do meio ambiente, agregando ainda mais possibilidades à função.

Diante de tantas responsabilidades atribuídas ao cargo, o Técnico em Segurança do Trabalho é uma das profissões em que o registro profissional é exigido para a sua atuação. Após a formação, o estudante deve solicitar o seu registro no Ministério do Trabalho.

 4. Bons salários

A remuneração de uma carreira é sempre um dos fatores determinantes para quem está em busca de um espaço no mercado de trabalho. O profissional Técnico em Segurança do Trabalho não precisa se preocupar com essa questão. De acordo com o Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho do Rio Grande do Sul (SindtestRS), a média salarial admissional de janeiro a abril de 2018 foi de R$2.190,06 mensais.

Assim como em outras profissões, o salário do Técnico em Segurança do Trabalho varia de acordo com a sua área de atuação e o tempo de experiência na função. Além disso, é muito importante que esse profissional se mantenha atualizado. Procurar cursos de qualificação é um bom caminho para quem quer crescer nessa carreira e alcançar cargos de coordenação ou gestão.

5. Importância Social

O papel do Técnico em Segurança do Trabalho consiste em contribuir com o bem-estar e a segurança dos trabalhadores. Para isso, o profissional precisa estar preparado para realizar a conscientização dos colaboradores na empresa em que atua. Talvez esse seja o maior desafio da profissão.

A construção de uma cultura de prevencionista é umas atribuições mais nobres do curso Técnico em Segurança do Trabalho. Sendo fundamental para a saúde no ambiente laboral, o profissional deve estar atento as suas responsabilidades e procurar estar constantemente atualizado sobre as questões que envolvem sua atuação. Por trabalhar com gestão ambiental, o Técnico em Segurança do Trabalho é encarregado de identificar e aplicar normais de conservação de recursos não renováveis, o que torna o seu ofício fundamental no desenvolvimento de uma sociedade mais sustentável.

A Segurança do Trabalho é uma alternativa para quem quer investir em um curso Técnico multidisciplinar. Ao abranger temáticas relacionadas à saúde, legislação e meio ambiente, a formação capacita os profissionais para integrarem equipes que promovam a segurança em empresas de todos os ramos.

Percebeu como essa profissão lhe oferece muitas possibilidades? Para saber mais informações sobre o curso Técnico em Segurança do Trabalho, clique aqui.