Carregando...

Quais são os Cursos Técnicos que posso realizar em Santa Rosa?

Conheça os 8 cursos oferecidos pelo SEG na cidade

Quarta-Feira, 09 de Dezembro de 2020

Quais são os Cursos Técnicos que posso realizar em Santa Rosa?

Entrar no mercado de trabalho exige estudo e dedicação. Para isso, é necessário que você invista em preparação e capacitação profissional. Os cursos Técnicos são um dos caminhos para você que deseja conquistar o seu primeiro emprego ou para quem está planejando uma mudança de carreira. Pensando em otimizar seu tempo de pesquisa e ajudar nessa escolha que impactará o seu futuro, apresentaremos os cursos Técnicos oferecidos pelo SEG em Santa Rosa. Confira a seguir, 8 possibilidades para quem quer estudar em áreas como saúde, beleza, gestão, negócios e tecnologia. 

Espera aí, e o Ensino Médio?
Você ainda não concluiu o Ensino Médio, mas optou pela formação técnica para se qualificar para o mercado de trabalho? Não se preocupe. O Ensino Médio é um dos requisitos para quem quer ingressar em um curso Técnico, no entanto, é possível realizar os dois de maneira concomitante. Ainda confuso? No SEG, você tem a opção de cursar o Ensino Médio EJA enquanto se prepara profissionalmente no curso Técnico que escolheu. É isso mesmo, os dois juntos, sem que você tenha que esperar para iniciar sua preparação profissional*.


1) Técnico em Enfermagem
A contínua demanda por profissionais de saúde é um dos pontos fortes para você ingressar no Técnico em Enfermagem. Com atuação em Hospitais, Unidades de Pronto Atendimento, Unidades Básicas de Saúde, Clínicas, Home Care, Consultórios, entre outros, a profissão possibilita que você encontre amplas oportunidades de emprego no segmento.

Se você se interessa pelo cuidado com o outro, o Técnico em Enfermagem pode ser o seu caminho. Mas afinal qual é o salário da profissão? Para exercer funções como a administração de medicamentos e vacinas, preparar os pacientes para procedimentos, verificar sinais vitais e demais atividades do ramo, o Técnico em Enfermagem recebe, em média, R$ 2.004,00 no Rio Grande do Sul. Os dados integram um levantamento realizado pelo Portal de Empregos Glassdoor.

2) Técnico em Radiologia
O segmento de diagnóstico por imagem é uma das possibilidades de atuação de um Técnico em Radiologia. O trabalho em Hospitais, Clínicas e Unidades Básicas de Saúde contempla essa parte. No entanto, a profissão permite ainda mais oportunidades. Você sabia que, depois de formado, o profissional pode trabalhar em aeroportos?

Isso mesmo. O Técnico em Radiologia permite que você desempenhe funções no setor de segurança, realizando a verificação de bagagens em portos e aeroportos. Devido aos riscos de exposição a radiações, característicos da atividade, ao optar pela Radiologia você terá condições diferenciadas de trabalho: carga horária reduzida (24h semanais) e aposentadoria especial, com 25 anos de contribuição. Além disso, você receberá, em média, R$ 2.693,00 no Rio Grande do Sul, salário que varia de acordo com o tempo e a experiência. Os dados são do Portal de Empregos Glassdoor.

3) Técnico em Farmácia
Por integrar o segmento Farmacêutico, você encontra dois bons motivos para investir na profissão de Técnico em Farmácia, são eles: o constante crescimento do setor e a ampla variedade de atuação. Mas não é somente isso. A função destaca-se também por ser fundamental para a qualidade de vida da população.

Reconhecido pelo trabalho que desempenha em drogarias, farmácias, públicas, hospitalares ou de manipulação, o Técnico em Farmácia tem outras possibilidades.. Após se formar, você pode trabalhar em laboratórios, indústrias farmacêuticas e de cosméticos e distribuidoras de medicamentos. Em sua rotina profissional você será responsável por atividades relacionadas a manipulação e o controle de qualidade de medicamentos e cosméticos. No Brasil, de acordo com um levantamento realizado pelo Portal de Empregos Catho, o Técnico em Farmácia recebe em média R$1.889,25.

4) Técnico em Segurança do Trabalho
Com um perfil multidisciplinar, o Técnico em Segurança do Trabalho é o responsável por promover o cuidado com a saúde e a segurança dos trabalhadores. A regulamentação da profissão pelo Ministério do Trabalho permite que você encontre amplas possibilidades para atuar no mercado de trabalho. Você deve estar se perguntando: como isso é possível?

A partir de um dimensionamento que avalia o número de funcionários da empresa e o grau de risco das suas atividades, a contratação do Técnico em Segurança do Trabalho em empresas pode ser obrigatória. Entre as atribuições da profissão, estão a identificação de fatores de risco de acidentes do trabalho, a promoção de programas e eventos e a divulgação de normas e procedimentos de segurança e higiene ocupacional, entre outros. Gostou das atividades desempenhadas por esse profissional? Então, você vai curtir ainda mais ao saber sobre a remuneração média no Rio Grande do Sul. De acordo com o Portal de Empregos Glassdoor, o salário médio é de R$ 2.623,00.

5) Técnico em Estética
Consultoria de empresas de cosméticos e de equipamentos, estética facial e corporal, estética pré e pós-cirúrgica, maquiagem profissional e massagem corporal são alguns ramos que abrangem o trabalho do Técnico em Estética. Na área da saúde e da qualidade da beleza, você encontra um mercado promissor para atuar em Clínicas de Estética e Médicas, Hotéis, Academias, Navios, SPAs, Centros e Espaços de Beleza.

Se o seu sonho é empreender ou ter flexibilidade de horário, o Técnico em Estética continua sendo uma ótima escolha. É comum o profissional executar suas atividades de maneira autônoma, atendendo a domicílio ou ainda construindo seu próprio negócio. Utilizando técnicas, manuais, equipamentos, tecnologias e produtos cosméticos, o Técnico em Estética, em atuação no Rio Grande do Sul, tem os rendimentos médios entre R$ 1.400,00 e R$ 3.000,00. O levantamento é do Portal de Empregos Catho.

6) Técnico em Administração
A atividade desempenhada pelo Técnico em Administração integra os principais pontos de atenção para o sucesso de qualquer negócio: gestão de pessoas, qualidade, marketing e vendas, gestão empresarial, contabilidade, direito e legislação, entre outros. Dessa maneira, você encontra oportunidades variadas para atuar em empresas de todas as áreas, inclusive em entidades e órgãos públicos, mediante a realização de concurso específico.

Além dessa vantagem, ao optar por escolher a área da gestão, você pode ter mais chances de garantir um estágio remunerado enquanto realiza o curso Técnico. A alta demanda das instituições implica em amplas possibilidades de estágios para você aprender na prática e ainda, se possível, custear a sua formação técnica. Após se formar, os rendimentos médios de um Técnico em Administração no Brasil são de R$ 1.834,74. O levantamento é do Portal de Empregos Catho.

7) Técnico em Contabilidade
Por integrar a área da gestão, o curso Técnico em Contabilidade também é uma ótima oportunidade para quem busca uma profissão com amplas ofertas de trabalho desde o estágio ao efetivo. Empresas de diversos ramos, nos segmentos público e privado, são as trajetórias mais comuns para esses profissionais. Se o seu objetivo é ser autônomo, não tem problema. Depois de formado, o Técnico em Contabilidade também pode atuar realizando consultorias para pessoas e instituições.

Durante a formação, você será preparado para dominar os fundamentos científicos, princípios e normas da ciência contábil. Além disso, seus estudos irão abranger legislação, dinâmica patrimonial, procedimentos de gestão empresarial, coordenação de programas e desenvolvimento e seleção pessoal, assim como a estrutura organizacional. De acordo com um levantamento do Portal de Empregos Catho, a média salarial de um Técnico em Contabilidade no Brasil é de R$ 1.856,36.

8) Técnico em Informática
Na área de tecnologia, o curso Técnico em Informática capacita o aluno para instalar sistemas operacionais, aplicativos, configurar redes de computadores, realizar programação e desenvolver soluções para internet. Primordial para todo o tipo de negócio, o profissional pode atuar em empresas privadas e instituições públicas de qualquer setor. Além disso, o Técnico em Informática encontra oportunidades em empresas de assistência técnica e no empreendedorismo, podendo atuar como profissional autônomo. 

Ao longo do curso, você conhece os diversos segmentos que integram a profissão, identificando quais são as possibilidades que se ajustam ao seu perfil, como montagem, manutenção, programação, redes e bancos de dados. Em uma área em constante crescimento, você não precisa esperar a conclusão do curso para ingressar no mercado de trabalho. O setor de Tecnologia é um campo com grande oferta de vagas de estágio. A partir dos programas de estágio, você pode construir carreira nas maiores empresas de tecnologia e software do Brasil e do exterior. Segundo o Portal de Empregos Glassdoor, a média salarial de um Técnico em Informática no Brasil é de R$ 1.806 mensais. 
 
Para mais informações sobre os cursos Técnicos oferecidos pelo SEG, clique aqui
 

Você pode gostar também dos seguintes artigos:


*Esta opção é válida para a maior parte dos Cursos Técnicos, exceto Radiologia, que tem como requisito o ensino médio completo para que o aluno realize a matrícula.

Outras notícias